14 julho 2012

Viena festeja os 150 anos de Gustav Klimt

O Beijo, 1907/08
 Gustav Klimt (1862-1918) parece ter sido esquecido em um período da história das Belas Artes, como que para esconder um passado negro da Áustria, tomada por um furor nacionalista e cego na primeira metade do século 20. Os desenhos e os quadros do artista que estavam com as famílias judias, a elite intelectual que fomentou um centro cultural na cidade no começo dos anos 1900, foram roubados pelos nazistas durante a Segunda Guerra. Só entre 1998 e 2006 que mais de 20 trabalhos surrupiados nesta fase de horror, incluindo os famosos Adele Bloch-Bauer I e Litzlberg am Attersee, foram finalmente devolvidos aos herdeiros dos verdadeiros donos.
É um beijo que sela um acordo de paz de Viena por seu menino de ouro. Para o aniversário de 150 anos do artista, o museu Belvedere, dono do maior acervo de Klimt no mundo, arma uma grande festa na capital a partir de 12 de julho, dois dias antes da data do nascimento.
Por seis meses, Masterpieces in Focus: 150 Years of Gustav Klimt vai exibir a coleção inteira que o museu tem do mestre, com destaque para o icônico período dourado. O representante maior desta fase é o quadro pintado entre 1907 e 1908, O Beijo, que carrega um pouco das influências, das histórias e dos fetiches de Klimt. O homem dissolvido em um abraço e protegido por uma manta colorida remonta pedaços da vida do filho de um ourives-gravador que era tão encantado pela geometria dos mosaicos bizantinos quanto pelas tramas dos cabelos ruivos de sua musa.
O programa especial vai dispensar, desta vez, as comparações com outros artistas e estilos, para explorar apenas o trabalho do pintor e a mensagem que cada peça transmite ao espectador. A abordagem multimídia e a curadoria dos objetos quer dar um novo entendimento à vida que se mistura à obra. A mostra concentra-se, portanto, na figura apaixonante e na personalidade controversa de Klimt.

Masterpieces in Focus: 150 years of Gustav Klimt
Local: Upper Belvedere
Endereço: Prinz Eugen-Straße 27, 1030 - Viena
Data: de 12 de julho de 2012 a 6 de janeiro de 2013
Horário: das 10h às 18h, diariamente (às quartas, das 10h às 21h)
Entrada: 11 euros


Família, 1909/10

Retrato de Fritza Riedler (1860-1927), 1906

Marie Hennenberg, 1901/02

Sunflower, 1907

Judith I, 1901
 Fonte: Vogue
Postar um comentário